Como usar o básico da arte de enrolar para passar em disciplinas como metodologia do trabalho científico ou coisa parecida

Meu querido amigo leitor (se é que existe algum ._.(complexado mode: on) ),

Esse post é dedicado a você, que não sabe nem enrolar seu cachorro fingindo jogar o osso pra ele pegar, pra você que nunca sabe o que escrever sobre uma coisa que você mesmo inventa, pois nesse post tentarei passar tudo o que sei sobre a arte de enrolar voltada para trabalhos de metodologia científica ou qualquer coisa que te mandem fazer que seja desse gênero =p.

Lei imprescindível: Sempre tente usar palavras complicadas(da forma correta, LÓGICO! se não o professor te chama de mula e se toca que você ta enrolando ¬¬ entom, se não sabe usar uma escrita complexa, não use, ou pelo menos estude como escrever bonito =p)

Bem, comecemos pelo título: Quanto mais extenso for seu título, mais seu professor vai gostar; por que? Simples, porque seu professor/orientador/whatever vai olhar primeiramente para o título do trabalho(juuuuuuura? ¬¬) e, quanto mais extenso for o mesmo, mais ele vai pensar que você sabe exatamente sobre o que está escrevendo, pois um título grande “implica” numa especificação maior de uma área.(notem as “” envolvendo implica, pois você pode ser levemente prolixo no seu título, se ele for grande, o panaca avaliador nem percebe :B)

Ok, ja passamos do título, agora vamos para o corpo da coisa: atenha-se aos tópicos que são exigidos para padronização do trabalho. “EH OQ MAH??!?!?” você pode ta perguntando :B a resposta é essa, um projeto de pesquisa, por exemplo, tem que ter justificativa, objetivo, orçamento, cronograma… esses tópicos não podem ser esquecidos e também é bom manter uma ordem deles, por que? Simplesmente porque a leitura para a pessoa que está avaliando seu trabalho fica mais cômoda, e ela sendo mais cômoda, fica mais fácil a chance do avaliador só “passar o olho” no trabalho, dando uma lida só em alguns pontos dos tópicos, só pra ver se ta tudo ok, as coisas batendo, etc… por isso o texto deve ser prolixo, porque assim, o avaliador vai ver que você “tem” um bom vocabulário e supostamente detalha bem o que quer passar para o leitor, e, por isso, nem pretende ler tudo letra a letra, mas tem que escrever muito, porque trabalho grande é trabalho bonito, lembre-se disso…sempre *O*.

Detalhes que você não pode esquecer de jeito nenhum: nenhum trabalho seu foi feito inicialmente saindo da sua cabecinha genial, porque você é apenas um espermatozoide desnutrido querendo se intrometer nesse óvulo com hipertrofia, que seria o mundo acadêmico e suas frescuras, (ta, você pode ser O genio, O bixão dos colhões de gundanium que so ta lendo esse blog porque não tem mais nada pra fazer… mas se você ta na faculdade, principalmente se estiver começando algo desse tipo, é assim que os “grandes” te vêem =p) então o que você, pequeno cocozinho que provavelmente estuda mais que eu deveria fazer? Simples, citações, claaaro, todo trabalho com citações, mesmo que seja escrito por um cara renomado, fica lindoroso, porque: se for escrito por um fodão demonstra humildade, se for escrito por você, mostra que sua ideia pode ser válida ;D, logo use citações, mas use com parcimônia :B.

Uma ultima dica: NÃO ESQUEÇA DE COLOCAR BIBLIOGRAFIA!! “duuuh, imbecil, claro que eu não vou esquecer, ta me chamando de que? noob? pff ¬¬” eu to falando isso porque foi a unica coisa que eu me esqueci fora as citações(que são, de uma certa forma, dispensáveis, se você tem uma bibliografia convincente (daquelas que não tem so google e wikipedia, claro u_ú) ) e isso me fez tirar um 8.0 no trabalho final de metodologia =/ so não quero que repitam minha noobice ^^” e lembre-se, nada de botar google e wikipedia, mas se ainda assim você eh uma pessoa teimosa e ama o wikipedia, pode colocar, mas coloca o link completo do assunto, e não coloca so “wikipedia.com”, isso so dá raiva.

Bem, se ainda assim você não aprendeu como enrolar num trabalho de escopo acadêmico… ta mal hein ehuehuehueh, mas ainda há esperança… ô mentira

Tags: , ,

Uma resposta to “Como usar o básico da arte de enrolar para passar em disciplinas como metodologia do trabalho científico ou coisa parecida”

  1. laninha Says:

    uhauauhahu mto util esse topico!!!!! =D

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: