Vamo fazer um jogo? :D

Ieeei, finalmente baixei o FF aqui no mac =D que feliz xD

Pois é, uma dia desses me surgiu uma luz *O* pensei “mermãããão vo fazer um jogo” pena que eu ainda nem comecei, porque ainda falta vergonha na cara um enredo que preste e um desenhista ^^” fora que ainda falta tempo pra poder codificar o jogo, fora outras variáveis que não valeria nem a pena mencionar.

Mas ai eu fiquei pensando, o que é preciso pra poder fazer um jogo quer ele tenha fins comerciais ou não. Pesquisei por ai e acabei vendo que tudo convergia para (basicamente) o mesmo”algoritmo” que era mais ou menos assim:

Passo 1- Esse passo é aquele passo que você tem uma ideia brilhande de fazer um jogo (queee originaaaal ¬¬) enquanto ta coçando e tomando umas no bar almoça, conversa com um amigo ou coisa do tipo. Mas aí vem o que quase sempre acaba com o estímulo, você começa a achar que seu jogo não é original ou que não vale a pena fazer, mas é ai que ta, você tem que pensar da seguinte forma: a ideia principal é no mínimo interessante, ou pelo menos da margem para algo grande? Você está disposto a fazer o jogo (mesmo que seja utilizando só seu tempo livre) mesmo que demore anos? Sua ideia é desprendida da atualidade o suficiente para que o jogo ainda fique interessante daqui há alguns anos? Se pelo menos boa parte das respostas a essas perguntas for sim, wuhuuul……… vamos para o segundo passo 8D!

Passo 2-É aqui em que eu me encontro preso, nesse passo você anota a ideia legal que você teve e começa a desenvolver um enredo em cima dessa idéia “puts, mas minha ideia não foi exatamente de uma história, e agora? D:” agora te vira, filho, cria uma história que preste(to falando “te vira” porque é o que eu to fazendo ehuehuehueheuhe :B) arruma alguém que faça uma história legal (mas não pode também ser história bizarra sem pé nem cabeça… a não ser que você entenda, mas tem que fazer o jogador entender também em algum ponto…).Ah, sim, aqui você também pode sair desenhando as artes conceituais, ou seja, uma pseudo concretização das ideias, como os personagens, cenários, esse tipo de coisa. A arte conceitual, pelo menos na minha opinião, não precisa ser aquela coisa linda que as empresas grandes colocam pra você baixar e usar como papel de parede ou usar como avatar do msn(LOL) desde que transmita as características principais dos elementos do jogo.

Passo 3- Depois de ter criado a história e feito a arte conceitual é hora de planejar o jogo, não com relação à linha do tempo, pois isso ja deve ser feito no segundo passo, aqui você vai planejar a implementação do jogo mesmo, ou seja, arrume programadores, designers (não game designer… designer mesmo, desenhista… enfim, da pra sacar ¬¬), alguém que trabalhe com som e um gerente de projetos. Se você se encaixa em todos esses cargos, parabéns, você é um unicórnio! ehueheuheuhe xD. Bem, além disso, você vai ter que pensar nas linguagens de programação que você vai utilizar para desenvolver o jogo, para isso, é preciso um pouco de pesquisa, pois cada jogo precisa de recursos diferentes, mas as que eu achei que são mais recomendadas são C++ que é robusta e rápida, mas é dificil de mexer e Lua, que também é muito robusta, é leve e rápida, mas não é tão rápida quanto C/C++ apesar de ser muito utilizada na criação de jogos (btw, World of Warcraft, além de vários jogos grandes foram feitos em Lua); tem Java também, mas na minha opinião não é uma boa opção pois acho Java muito lento, mas, se seu jogo for para celular, Java é uma boa opção, ja que eu não sei como faz para compilar algo em C ou C++ para um celular em específico, mas enfim, fica a critério do cliente.Ah sim, tem Python, mas eu li que Python é mais usada em jogos livres e afins… enfim, mais uma opção :B.

Passo 4-Aqui você vai decidir se seu grupo vai usar uma engine ou não na produção do jogo “e o que diabos é uma engine?” uma engine é uma espécie de conjunto de ferramentas prontas para o desenvolvimento do jogo.

Vantagens:Você mal vai ter trabalho de resolver bugs chatos e pequenos que envolvem coisas de baixo nível com relação ao seu jogo.

Desvantagens:Você e sua equipe vão ter que aprender como se usa a engine, o que pode ser uma dor de cabeça no começo. Fora que a engine pode ser paga, como o Physx, que é uma ótima engine física… mas é paga :B.

Passo 5- Agora trabalha, infeliz, vai programando, fazendo os modelos, texturas, sons e coisas do tipo ai no final fala com pessoas que conhecem pessoas pra ver se consegue vender teu jogo ;D e… bom, mesmo que não consiga vender de jeito nenhum, lança como independente ou free e taca no currículo, de qualquer forma, é uma espécie de lucro, então, boa sorte /o/

Tags: , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: